11
Posted by Oficina de Redações on 15:11
Qual sua opinião a respeito da Intolerância Religiosa?

Nunca na história da humanidade houve uma explosão tão intensa no surgimento de novas religiões e crenças pelo mundo. O homem interpreta sua própria fé de acordo com o seu bem-estar físico e espiritual, vivenciando sua própria doutrina onde os pensamentos a respeito de Deus são subjetivos e diversificados. Não há problemas em relação a esse fato, até o momento em que esses ideais tornam-se fanatismos exacerbados e atingem a integridade alheia.

Quando isso acontece, a intolerância religiosa se manifesta provando que o ser humano não consegue ainda viver em harmonia com o próximo. Alguns seguimentos de fé vivenciam sua crença tão severamente que desejam unificar e expandir os seus próprios pensamentos; para alguns, todos os indivíduos em apenas uma religião seria o passo mais importante para um mundo perfeito.

Claramente, provamos todos os dias que a intolerância do homem o impediria de pensar de uma única forma. Religiosidade é um parâmetro extremamente subjetivo e pessoal. Por isso, há tantas religiões pelo globo. O respeito e a compreensão pela fé alheira é essencial para um convívio pacífico.

Infelizmente, a paz ainda não é predominante entre as religiões. No mês de junho de 2009, foram presos dois integrantes de uma crença no Rio de Janeiro que foram acusados de intolerância religiosa. Os dois rapazes atacaram um Centro Espírita quebrando todos os pertences do local e após isso, divulgaram na internet um vídeo explicando o motivo do ataque.

Esse não é o primeiro e nem o último caso desse tipo que será presenciado na sociedade. Contudo, é inegável a singularidade de todo ser humano para criar um modo de ver o mundo espiritual próprio e único. Cada pessoa tem o direito de escolher livremente sua religião, sem sofrer intolerância. Respeitar o pensamento espiritual alheio é o segredo para o fim de qualquer tipo de violência religiosa e porta para um convívio social saudável.

Vanessa Moreira.

18

É possível viver sem o petróleo?

Posted by Oficina de Redações on 19:55

Oi caras! Um bom tempo sem atualizar, hein?! A seguir uma redação com o tema da UFMG 2008.

Resumindo: Com base nas informações contidas nesses quatro trechos e em seu conhecimento de mundo, REDIJA um artigo de opinião, respondendo à pergunta-título da reportagem: É possível viver sem petróleo?
Apresente argumentos relevantes e coerentes, que justifiquem seu ponto de vista.

Lá vai:

É possível viver sem o petróleo?

Sabe-se que o petróleo é um combustível fóssil e é matéria-prima de diversos produtos industriais. Porém, a sua utilização gera problemas sérios ao ambiente devido à produção excessiva de poluentes, assim como, a sua não utilização podem gerar ‘rombos’ na economia mundial. Diante dos problemas ambientais, do aumento do preço, dentre outros fatores, o mundo se ‘prepara’ para viver sem o petróleo. Empresários, produtores, defensores do ambiente buscam alternativas para a uma possível substituição.

Embora não seja uma tarefa fácil e, talvez ineficaz do ponto de vista de muitos, a não utilização de tal combustível deve ser uma questão a ser adotado o mais cedo possível. Olhando para o lado energético de sua produção, pode-se afirmar que o Brasil já atua nessa ‘substituição’. Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o nosso país utiliza apenas 37% do combustível na sua energia primária. Logo, se os pólos industriais utilizarem de energias limpas e renováveis nas suas produções, além eliminar o uso do petróleo, ajuda na redução de gases poluentes que resulta numa vida mais saudável e duradoura para a população. Um exemplo claro ocorre em Minas Gerais, no município de Betim, um pólo da indústria automobilística e petroquímica é também modelo nacional no uso de energias limpas.

Percebemos que não é necessária apenas a busca por combustíveis ‘limpos’, mas também, buscar uma vida mais ‘sadia’. O Brasil caminha para esse bem, como nos exemplos citados, e na variação da substituição da gasolina pelos biocombustíveis. Logo, é possível sim, a vida sem o ‘ouro negro’, atuando primeiramente de maneira racional no que diz respeito ao consumismo e, consequentemente, vivendo ‘o lado sustentável’ da vida.


Espero que tenham gostado, comentem!!!!

Bianca Gonçalves, beijos, até mais.


95

SUSTENTABILIDADE!!!

Posted by Oficina de Redações on 14:31




O que você sabe sobre SUSTENTABILIDADE? Para esclarecer mais, um videozinho bem legaal :)




Sabemos que o tema é bem abordado atualmente, principalmente nas redações... E não por acaso, achei um tema da UFV 2010 . O tema é : A partir dos depoimentos acima e de seu conhecimento de mundo, produza um artigo de opinião, entre 25 e 30
linhas, a ser publicado no site da MTV, para esclarecer os que ainda são “eco-alienados”, sobre a relação entre qualidade de vida, sustentabilidade e meio ambiente.
Lá vai:

Nunca se ouviu e se viu tanto sobre a sustentabilidade como nos últimos tempos. A questão do aquecimento global, o consumo responsável, o respeito ao meio ambiente pegam carona ao tema. Mas o que é sustentabilidade para você?

Segundo algumas enciclopédias virtuais, sustentabilidade é ‘um conceito sistêmico’ e diz respeito à ‘continuidade dos aspectos econômicos, sociais culturais e ambientais da sociedade humana’. Na prática, esse conceito representa atuar nos setores - seja ele, industrial, comercial, social - de forma a prejudicar o menos possível o “equilíbrio” existente entre a população e os nossos recursos dependentes da natureza. Porém, pensamos que não pode ser simples, e que pode resultar em longos trabalhos. Logo, para se tornar um ‘cidadão sustentável’ é bem mais simples do que pensamos. Um exemplo está na simplicidade de ajudar a manter a cidade limpa não jogando lixo no chão.

Economicamente falando, acha-se difícil ou inviável, muitas vezes à implantação do conceito de sustentabilidade nas empresas, encontrando dificuldades até mesmo, nos profissionais não capacitados, ou seja, as empresas desconhecem os benefícios dos programas de sustentabilidade, de acordo ao estudo realizado pela Intelligence Unit da revista Economist. Seguindo as ideias de James Watson, as companhias precisam conceder estratégias que levem seus empregados a um maior envolvimento com a sustentabilidade como parte de atividades cotidianas.

De uma forma simples e quem sabe duradoura, se o conceito de sustentabilidade for fortemente idealizado e estudado nas escolas de ensino de base, veremos no futuro cidadãos sustentáveis, ajudando a manter e a garantir que as áreas exploradas pelas as suas possíveis empresas, continuarão a produzir os recursos de maneira natural, e por fim, promover o bem estar das populações e/ou comunidades que vivem na região.


Comentem,

Oficina de redações, Bianca Gonçalves.


3

ENEM 2009.1

Posted by Oficina de Redações on 18:30


Sábado corrido, postagem bem rápida. Redação bem velha, mas deem suas opiniões. Estou precisando de toques, para que possa melhorar. Bom, o tema é do ENEM 2009 da prova vazada.

TEMA: VALORIZAÇÃO DO IDOSO.

Com os fortes avanços na área social, pesquisas, tecnologias, a expectativa de vida aumenta gradativamente. Um fenômeno que ainda é realidade de países com altos índices de desenvolvimento, tornou-se indicativo de uma qualidade de vida almejada por muitos países. Por conseguinte, as necessidades de investimentos e valorização ao idoso são importantes para um convívio melhor entre as pessoas de todas as faixas etárias.

O aumento do número de idosos de uma região deve-se pela redução de natalidade e aumento da expectativa de vida, o que pode resultar na redução da População Economicamente Ativa (PEA) e, por fim, o aumento nos gastos públicos. Ou seja, os programas de seguridade social como a aposentadoria, que dependem efetivamente da contribuição dos trabalhadores economicamente ativos, acaba sendo desfavorecido e gerando grandes pressões sobre as instituições, como – por exemplo - uma greve na Previdência Social.

Há também, um aumento na demanda por serviços de assistência hospitalar, entretanto, em países que são pouco favorecidos economicamente – países pouco desenvolvidos – há uma carência clara desses serviços. Logo, deve haver investimentos nos setores públicos como o SUS (Sistema Único de Saúde) no Brasil.

Portanto, programas voltados a esse público – como lazer, turismo e outros – são alvo de um melhoramento na economia do país, além de ajudar ativamente na vida física e mental dos idosos.


Bianca Gonçalves, beijos, até breve!


7

UESB 2008

Posted by Oficina de Redações on 16:51
(ANGELI. Folha de S. Paulo, São Paulo, 31 dez. 2007. Opinião, p. A2.)

Faça uma leitura crítica desses quadrinhos, analisando o diálogo entre os personagens Ano Novo e o Cartunista. Produza um texto na forma de prosa que julgar mais adequada, em que você trabalhe a idéia dos desafios que o homem deverá enfrentar a fim de que “esperança”, “sonhos”, “desejos”, “metas”e “planos de futuro” não sejam “cargos de segundo escalão”.


UESB 2008

Em resposta ao pujante desenvolvimento sócio-econômico global, o ser humano viu a necessidade de ser adaptar às novas rotinas e perspectivas de vida, para manter-se estável socialmente. Não haveria erro algum nesses fatos, exceto quando eles acabam impulsionando o homem a deixar para trás ideais essenciais na vida de todo indivíduo.
Devido à desenfreada busca pelo bem-estar econômico, pelo conforto e status, determinados indivíduos se submetem à constante busca pela estabilidade. Valores morais como esperança, sonhos e metas de vida se tornam inúteis, pois, a realização dos objetivos individuais está muito mais ligada à acessibilidade econômica que à esperança.
Já dizia Maquiavel que os fins justificam os meios; a sociedade atual vivencia essa ideologia, pois alguns indivíduos estão de todas as formas procurando realização econômica, independente de quais as formas desta busca. Integridade, honestidade e caráter são fatores de suma importância que estão sendo esquecidos para darem espaço à corrupção e desonestidade. Pessoas que não possuem oportunidades acabam acreditando que sonhos e metas de futuro são impossíveis de serem realizadas.
O desafio do homem moderno é justamente conseguir equilibrar suas metas de vida sem deixar que os valores morais sejam esquecidos. O fator mais importante desse equilíbrio é justamente a manutenção do caráter, para que pessoas de níveis sociais diferentes mantenham ainda esperanças de realização de sonhos, sem deixar que as mesmas sejam apenas ligadas ao desejo de obtenção de lucro ou bens materiais.


Vanessa Moreira, beijo, galera!

21

Vamos falar + sobre ÉTICA!

Posted by Oficina de Redações on 11:51



Oii galêrêê! :)
Então, resolvemos essa semana falar muuuuuuuito mais sobre ética, um tema que foi bem visto no ano passado e que aborda vários outros temas em sua linha de raciocínio.
Para dar continuidade, vou postar a minha redação do ENEM 2009, que teve como tema:
"O indivíduo frente à ética nacional."
Lá vai:


Ética = Corrupção?

A ética é um elemento que participa diretamente na formação do caráter de um indivíduo. Sendo formada de maneira eficaz pode contribuir para a constituição de um bom cidadão de maneira nacional e, até mesmo, global. Por conseguinte, nem sempre se vê essa ética formada integralmente, ou seja, há meios externos – por exemplo – que podem afetar no caráter de um indivíduo, influenciando-o, alienando-o, de modo a torná-los sem o chamado “ufanismo”. Até que ponto mídia, políticos e os próprios cidadãos podem alienar os “seus companheiros”?

A TV é um meio de comunicação utilizado para transmitir informações – como política, economia, esportes, cultura – de maneira geral. Mas nem sempre é utilizada com tais benefícios, ou seja, não são usados de modo responsáveis e éticos para transmitir suas respectivas notícias. Logo, acabam iniciando, às vezes “sadiamente”, a corrupção – alienando os “telespectadores”. Por isso, para acabar com tal mazela – em longo prazo – seria necessário investimentos na formação acadêmica dos profissionais para que estes tenham a capacidade de criar sua opinião própria e que tenham bom censo. Já, em médio prazo, uma solução seria a não aceitação para tais áreas, de profissionais sem formação acadêmica devida para atuar no setor.

Outro tipo de alienação à ética do indivíduo ocorre na política. Quando nos deparamos com cenas de corrupção política é clara a ocorrência dos “bordões” como “SÃO TODOS CORRUPTOS”, embora não se comprove tais fatos e atos. Logo, para quebrar com tal selo, é primeiro necessário o conhecimento geral sobre o assunto – no caso a política – para não haver julgamentos precipitados à nossa pátria.

Portanto, para acabar com as mazelas relacionadas à ética que resultam – de maneira geral – na corrupção, é clara a solução em investimentos na educação do país, para que haja cidadãos com maior capacidade de formação de opiniões e maior bom senso.

##############

A redação não está 100% original, pois copiei do meu rascunho. Na hora pode ter havido outras modificações. Mas, está 99,98% igual!!
Pra finalizar, eu tive como nota de correção do ENEM
875.0 de 1000.

Espero que tenham gostado do post,

Bye bye!

Oficina de Redações, Bianca Gonçalves.

9

A mídia tem influência na ética nas pessoas?

Posted by Oficina de Redações on 17:48


TEMA: A mídia tem influência na ética das pessoas?

A ética é um elemento fundamental na formação do caráter, opiniões e a conduta das pessoas. Mas barreiras são postas para quebrar com esse fator importante, que resulta na formação de cidadãos não críticos. A alienação da população por meio da mídia é um exemplo de tal barreira. Até que ponto a mídia pode influenciar a população?
Revistas, rádios, jornais, TV e outros são usados para passar informações, de uma forma geral, à população. No entanto, percebe-se, muitas vezes, que tais meios de comunicação não estão sendo usados de maneira ética. A televisão, por exemplo, usam de artifícios – novelas, fofocas, etc. – para obter a chamada audiência, como no caso da morte do cantor Michael Jackson, que sistemas midiáticos em geral abordaram excessivamente o assunto a ponto de esquecer de outras informações mais importantes para a população, como a propria educação. Outro exemplo ocorreu na morte da adolescente Eloá, em que a mídia sufocando, pressionando e até mesmo alienando policiais, teve sim influência na consequência fatal. Entretanto, uma população que se deixa levar por tais meios de comunicação sem haver o bom censo, a autocrítica e suas opiniões próprias é bem mais fácil se consumir a cultura inútil.
Portanto, havendo uma educação de melhor qualidade e que resulte numa formação eficaz no caráter da população, é possível não ser corrompido pela mídia e combater tais mazelas.

Por: Maria Eduarda

Correção em vermelho:

a : foi utilizado incorretamente.
Quebrar com esse fator importante: melhore.
Etc.: evite.
a própria: por que essa palavra?
sufocando, pressionando e até mesmo alienando policiais: melhore.
se consumir a cultura inútil: melhore.
tais mazelas: no plural?

OBS FINAL: Algumas orações sem sentido, fato que deixou seu texto confuso.
NOTA: 6,0

Correção: Prof. Jorge Shulz


Copyright © 2009 Oficina de Redações All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates